Central de Marcação: (21) 2493-8561

Quase 20% das crianças em idade escolar apresentam problemas de visão

crianca-de-oculos_thumb

Pais e mães costumam ter a saúde de seus filhos sempre com uma preocupação constante. Não é para menos, pois durante o crescimento qualquer alteração pode provocar grandes prejuízos ao desenvolvimento durante essa fase da vida. E claro, os olhos também devem fazer parte dessa constante preocupação.

Pesquisas apontam que cerca de 20% das crianças em idade escolar possuem problemas de visão. Ou seja, é superimportante ficar de olho na saúde ocular do seu filho!

O Brasil possui 204 milhões de habitantes, sendo que cerca de 16,5 mil crianças possuem baixa de visão com menos de 15 anos. Além disso, pelo menos 50 mil têm alguma grau de deficiência visual. São números bastante elevados!

Quase 70% das causas de cegueira infantil poderiam ser evitadas ou possuem tratamento efetivo, ou seja, tudo depende do acompanhamento médico. Alguns sinais que denunciam problemas oculares nas crianças (e que devem ser observados) são: inquietação, proximidade dos objetos para enxergar, baixo rendimento escolar, desvio oculares, movimento incontrolável dos olhos e ficar muito próximo da TV ao assistir.

Além de problemas mais sérios, também é durante a infância que geralmente as crianças começam a apresentar erros refrativos, como miopia, astigmatismo, hipermetropia, além de problemas relacionados a eles, como estrabismo e ambliopia.

Prevenção logo nos primeiros dias

Se engana quem pensa que o acompanhamento deve se dar apenas a partir da idade escolar. Os cuidados devem começar ainda nos primeiros dias. O Teste do Reflexo Vermelho (TRV), por exemplo, deve ser realizado pelo pediatra no berçário e repetido aos 30 dias, 1 e 3 anos de idade para identificar alterações da transparência dos meios ópticos do olho e, dessa maneira, detectar a presença de catarata e glaucoma congênitos ou retinoblastoma (uma espécie de tumor ocular). Com os devidos cuidados consequências sérias podem ser evitadas.

Depois dessas informações ficou bem claro que os pais devem estar sempre atentos. Levar os pequenos para realizar consultas periódicas com oftalmologistas é essencial. Fique atento e compartilhe esse conteúdo com outros pais. Informação é tudo!

voltar

Contatos

contato@oftalmocitta.com.br
(21) 2493-8561

Endereço

Estamos atendendo em novo endereço!

Shopping Città America
Av. das Américas, 700 – Bloco 08 – Salas 101 A e 105 A
Barra da Tijuca – RJ

Ver no Google Maps

Horário de funcionamento

Atendemos de segunda a sexta, das 8h às 19h
e sábado das 8h às 13h

© 2022 Centro Oftalmológico Città – Todos os direitos reservados

Gostou? Compartilhe nas redes sociais:

Você também pode gostar:

Resultado de Exames

Prof. Dr. Gustavo Novais

Córnea & Refrativa

Director of communications PanCornea Society (2015-2016).

Diretor de cursos da Sociedade Brasileira de Oftalmologia (2015-2016).

Doutor em Oftalmologia pela Universidade Federal de São Paulo/ Escola Paulista de Medicina (Unifesp/EPM).

Chefe do setor de córnea da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNI-RIO).

Formado em Medicina pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNI-RIO).

Residência médica em Oftalmologia no Hospital Municipal da Piedade/RJ.

Fellowship em córnea e doenças externas – McGill University, Montreal/Canadá.

Fellowship em córnea e doenças externas – Hospital Oftalmológico de Sorocaba/SP.

Observership em córnea e doenças externas – Massachusetts Eye and Ear Infirmary- Harvard- Boston/EUA.

Observership em córnea e doenças externas – Bascom Palmer Eye Institute – Miami/EUA.

Prof. Dr. Eduardo Novais

Retina Cirúrgica/Clínica & Mácula

• Pós-doutorado pelo New England Eye Center at Tufts School of Medicine, Boston/Estados Unidos.

• Doutorado em Oftalmologia (Universidade Federal de São Paulo / Escola Paulista de Medicina – UNIFESP/EPM).

• Especialista em retina cirúrgica e clínica (UNIFESP/EPM).

• Oftalmologista formado pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) e pelo International Council of Ophthalmology (ICO).

• Fellowship no The Henry C. Witelson Ocular Pathology Laboratory – McGill University, Montreal/Canadá.

• Membro da equipe de pesquisa clínica em Oftalmologia da Unifesp/EPM, liderada pelo Prof. Dr. Rubens Belfort Jr. e Profa. Dra. Cristina Muccioli.

• Membro da Academia Brasileira de Oftalmologia (ABO).
Membro do programa “Jovens lideranças médicas” da Academia Nacional de Medicina.

• Membro Titular da Sociedade Brasileira de Retina e Vítreo.