Conhecendo as Lentes Intraoculares

Assim como o cristalino natural, as lentes intraoculares fazem o foco da luz que chega ao olho até a retina. A retina é a parte do olho capaz de captar a luz e transformá-la em mensagem que chega ao cérebro pelo nervo óptico.

A maioria das lentes intraoculares são feitas de material flexível e dobrável, que permitem o implante no olho através de uma pequena incisão. Assim como as lentes dos óculos, as lentes intraoculares têm “grau" (poder dióptrico), e são capazes de fornecer a melhor visão possível.

 

Qual lente intraocular é a melhor?

Antes da cirurgia, o oftalmologista realizará exames específicos que auxiliarão na indicação das lentes. De acordo com os exames, o oftalmologista mostrará as opções disponíveis para você. As atividades diárias, hobbies e o trabalho também são considerados na escolha.

O tipo de lente implantada  irá influenciar como você enxergará sem óculos. Óculos podem ser necessários para alguns indivíduos para algumas atividades, independente da lente implantada.

Lente Monofocal Asferica

A Lente Monofocal é a mais comumente utilizada. Foi a primeira lente desenvolvida e é implantada há muitas décadas.

  • Permitem visão a uma determinada distância, sendo geralmente programado o implante para corrigir a visão de longe. Desta forma, há necessidade de óculos para visão intermediária e perto.
  • Não corrige o astigmatismo. Pacientes com astigmatismo necessitarão de óculos para longe, intermediário e perto.
  • Em alguns casos, pode se programar o implante da lente monofocal para longe em um olho e para perto no outro olho. Essa técnica chama-se MONOVISÃO ou BÁSCULA. Desta forma, o paciente apresenta melhor visão para longe e intermediária.

Lente Monofocal Tórica

A Lente Monofocal Tórica é a mais indicada aos pacientes que necessitam da correção do astigmatismo. Com essa lente, os pacientes com astigmatismo possuem melhor qualidade de visão sem óculos (maior chance de independência dos óculos para longe)

  • Permitem visão a uma determinada distância, sendo geralmente programado o implante para corrigir a visão de longe. Desta forma, há necessidade de óculos para visão intermediária e perto.
  • Em alguns casos, pode se programar o implante da lente monofocal tórica para longe em um olho e para perto no outro olho. Essa técnica chama-se MONOVISÃO ou BÁSCULA. Desta forma, o paciente apresenta melhor visão para longe e intermediária.

Lente Multifocal

A Lente Multifocal é ideal para aquelas pessoas que gostariam de ter a maior independência dos óculos. Esta lente é uma evolução da lente monofocal. Uma série de anéis na lente permite a formação de dois focos de imagem, um para longe e outro para perto. A habilidade de leitura varia de pessoa para pessoa. Alguns pacientes necessitam de um período de adaptação no pós operatório até atingirem a melhor visão. Óculos podem ser necessários para desempenhar algumas atividades.

Lente Multifocal Tórica

A lente multifocal tórica é indicada para pacientes que apresentam astigmatismo e querem ter maio independência dos óculos. Esta lente apresenta os anéis que permitem visão longe e perto e a correção para astigmatismo. Alguns pacientes necessitam de um período de adaptação no pós operatório até atingirem a melhor visão. Óculos podem ser necessários para desempenhar algumas atividades.