Blog

O cigarro é prejudicial tanto aos olhos quanto aos pulmões

Você sabia que os fumantes estão mais propensos a desenvolver diversas doenças oculares ao longo da vida? O tabagismo é um fator de risco para cegueira e um mal que está relacionado a dezenas de problemas respiratórios, cardíacos e diferentes tipos de câncer. Confira a seguir os riscos e as consequências do consumo de tabaco aos seus olhos!

Os malefícios do cigarro à visão

O hábito de fumar pode prejudicar os vasos sanguíneos da retina e aumentar a quantidade de radicais livres circulantes no sangue, podendo interferir na qualidade da visão do fumante independentemente da idade. Algumas das principais complicações oculares agravadas por essa droga são a catarata, a degeneração macular relacionada à idade (DMRI) e a síndrome do olho seco. Em alguns casos, o consumo das substâncias tóxicas presentes no cigarro pode levar à perda irreversível da visão. 

A catarata é a doença que aparece com maior frequência em relação ao uso do cigarro, pois ele altera o metabolismo do cristalino e acelera o processo de opacificação da lente natural do olho. Por isso, a possibilidade de um fumante desenvolver essa doença silenciosa é maior do que a de alguém que não fuma.

O cigarro também afeta a retina, aumentando os níveis de radicais livres circulantes, destruindo os fotorreceptores, comprometendo os vasos sanguíneos e influenciando no processo degenerativo da mácula. Em outras palavras, ele contribui para o avanço da DMRI e gera prejuízos à visão de uma forma geral. Com o passar do tempo atividades simples como a leitura ou a identificação de rostos podem se tornar cada vez mais difíceis. 

Outro problema comum é a síndrome do olho seco. A fumaça produzida pelo cigarro pode prejudicar ainda mais os casos dos pacientes com essa síndrome, gerando uma vermelhidão, irritação, lacrimejamento e coceira nos olhos.

Outras consequências do tabagismo 

Além de prejudicar a visão, o cigarro causa dependência física e provoca diversos males ao seu organismo. Ele pode ser responsável por uma hipertensão arterial, infarto, diversos tipos de câncer, tuberculose, aneurisma da aorta e muito mais. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o tabagismo é a principal causa de morte evitável em todo o mundo. Estima-se que o cigarro seja responsável por mais de 100.000 mortes por ano apenas no Brasil, um número alarmante decorrente de uma droga extremamente viciante. Se você fuma, repense esse hábito e procure ajuda! Ainda há tempo!

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com os seus amigos e familiares. Informação nunca é demais!



voltar