Blog

Crosslinking: técnica avançada para tratamento de ceratocone

O ceratocone é uma doença que leva ao afinamento e distorção da córnea de forma progressiva, levando à baixa visual. Esse problema geralmente aparece na meia infância e no decorrer da adolescência, fazendo com que a córnea adquira formato cônico e irregular, resultando em visão distorcida. ​

 

Os tratamentos para o ceratocone são diversos. Em casos de ceratocone inicial, no qual os óculos não promovem correção adequada, as lentes de contato rígidas podem ser utilizadas. Nos casos moderados, as lentes de contato esclerais são uma opção. ​

Além das lentes de contato, existem os implantes de anéis intra-estromais, que são utilizados com intuito de diminuir a curvatura corneana gerando diminuição relativa das irregularidades em alguns casos específicos. ​

Já em casos progressivos que são diagnosticados precocemente, é possível o tratamento com a aplicação de radiações ultravioletas associadas a vitaminas para o fortalecimento da córnea. O intuito é reforçar a estrutura de colágeno da córnea, evitando a progressão da doença. Este processo é conhecido como crosslinking.​

O crosslinking é recomendado para pacientes portadores de ectasias corneanas, como ceratocone e degeneração marginal pelúcida. Ele também é indicado para pacientes previamente submetidos a outras cirurgias na córnea.

O procedimento crosslinking é realizado somente com aplicação de colírio anestésico. A duração é de aproximadamente 30 minutos, sem necessidade de internação, jejum ou repouso após a realização do tratamento.

O crosslinking já é um procedimento amplamente utilizado na Europa há mais de 15 anos. Atualmente é a cirurgia mais realizada no mundo para tratamento do ceratocone. Se você é portador de ceratocone, procure um oftalmologista especialista em córnea e se informe sobre as possibilidades de tratamento para o seu caso.

Gostou deste conteúdo? Avalie nosso site, sua opinião é muito importante para nós! https://goo.gl/uQJw9L



voltar